Os melhores Boeuf Bourguignon de Paris

Os 10 melhores endereços para se comer o melhor boeuf bourguignon de Paris

Onde comer um excelente boeuf bourguignon em Paris?

A chegado do frio e tudo que lhe acompanha

O verão se despede de Paris com um belo sol de fim de tarde que como todos os anos, deixará muitas saudades. O outono este ano chegou adiantado e já colore algumas copas e arvores com suas belas cores laranja-avermelhadas.
São transformações inevitáveis que depois de um certo tempo morando nesta bela cidade aprendemos a amar mesmo sabendo que com a beleza do outono virá a frieza e as chuvas do inverno.
Otimista que sou tendo a buscar o lado bom em tudo e acredito que a grande virtude dos meses frios são os deliciosos ingredientes e pratos invernais. A verdade é que normalmente são pratos e produtos que podemos comer o ano inteiro. Pois com poucas exceções são iguarias que estão disponíveis também, nas outras estações do ano. Mas, é no inverno que que eles vem com força total, alavancados pelo imaginário coletivo, pela mídia e principalmente por nossa papilas saudosa destes sabores.

Poucos pratos da cozinha francesa se enquadram tanto na descrição acima quanto o extraordinário boeuf bourguignon.

Do que se trata o boeuf bourguignon ?

Te respondo com uma outra pergunta: O que produz a Borgonha?
Produz mostarda, creme de groselhas negras, presunto marmoreado, doces de anis, pão de mel com especiarias… Mas também, de uma forma menos processada e mais rural: caracóis, carne de vaca e vinho.
Por enquanto, vamos descartar os ditos gastrópodes para nos concentrarmos nos outros dois emblemas que deram origem ao boeuf bourguignon. Ora, nada mais justo que os dois ingredientes viessem a se encontrar na mesma panela, afinal vinham da mesma terra. Para os acompanhar, uma escolta composta por alho, cebola, bacon, cenoura, cogumelos e um buquê garni. A receita pode parecer rústica, mas intrinsecamente ligada a qualidade dos ingredientes tradicionalmente: charolais para a carne, côte-de-nuits ou côte-de-Beaune para o vinho.

O boeuf bourguignon faz parte do time de pratos cozidos por muito tempo. A carne deve ser cozida lentamente para que amoleça e se impregne delicadamente pelo sabor do molho de vinho. Estamos falando de uma verdadeira cozinha de qualidade que não utiliza caldos e molhos industriais e não é re-esquentada no micro-ondas.

O Ponta pé inicial

Em novembro passado, o jornal Le Parisien revelou que, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Toluna para a Fundação Nestlé França, o bife bourguignon, foi escolhido por 23% dos entrevistados, como o prato mais representativo da cozinha francesa, à frente do blanquette de vitela (11%) e do bife com fritas (10%).

O Método

Pela primeira vez na história o jornal Le Figaro organizou junto aos seus críticos gastronômicos durante 2 semanas visitas anônimas a diversos restaurantes franceses espalhados pela capital para chegar o veredito do melhor bife bourguignon de Paris.

Os Critérios

Foram 4 os critérios utilizados para obter um total de 20 pontos:

A apresentação do prato (numa caçarola, no prato) 3 pontos,
A carne (textura, generosidade, sabor) em 6 pontos,
O molho (textura e sabor), bem como o acompanhamento (sabendo que varia muito, entre batatas cozidas, cenouras, massas ou puré de batata) em 6 pontos,
Qualidade do lugar (cantina de bairro, bistrô tradicional, endereço regionalista) e a relação preço-qualidade, em 5 pontos

 

Resultados

Em em primeiro lugar da lista, uma surpresa: o restaurante Café des Musées, ficou à frente mesmo dos endereços que fizeram do bife bourguignon a sua especialidade.

Aqui segue a lista, segundo o Jornal Le Figaro, de onde saborear os melhores boeuf bourguignon de Paris.

1o Lugar:
Le Café des Musées: 49, rue de Turrenne (IIIe)

2º lugar empatados:
Chez Fred: 190 bis, boulevard Pereire (XVIIe)
Aux Crus de Bourgogne : 3, rue Bauchaumont (II)

4º lugar empatados:
Le Petir Célestin: 12, quai des Célestin (IVe)
Bourgogne Sud: 14, rue de Clichy (IXe)

6º lugar
Joséphine Chez Dumonet: 117, rue du Cherche-Midi (VIe)

7º lugar
Le Gastroquet: 10, rue Desnouettes (XVe)

8º lugar
Au Bourguignon du Marais: 52, rue François Miron (IVe)

9º lugar
Le Clos Bourguinon, 39, rue Caumartin (IXe)

10º lugar
Chez René, 14, boulevard Saint Germain (VIe)

Antes de ir embora confira aqui uma ótima receita, testada e aprovada de bife bourguignon para fazer em casa.

 

SIGA O GASTRONOMOS E TRAGA A GASTRONOMIA FRANCESA PARA O SEU FEED
 FACEBOOK
 INSTAGRAM